Esfera

Rolamentos Fixos de Uma Carreira de Esferas

Atendendo a um extenso campo de utilização, esses rolamentos estão entre os tipos mais representativos.

Neles, o canal da pista no anel interno e no anel externo apresentam um perfil lateral em arco, com raio ligeiramente maior que o das esferas. Além da carga radial, permitem o apoio da carga axial em ambos os sentidos. O torque de atrito é pequeno, sendo os mais adequados para aplicações que requerem baixo ruído e vibração, e em locais de alta velocidade de rotação. Estão presentes nas versões aberta, blindada com placas de aço, vedada com proteção de borracha e com anel de retenção no anel externo.

Geralmente, as gaiolas utilizadas para esses rolamentos são as do tipo prensadas de aço.

Rolamentos de Uma Carreira de Esferas de Contato Angular

Os rolamentos desse tipo permitem o apoio da carga radial e, num único sentido, a carga axial. A esfera e os anéis interno e externo formam ângulos de contato de 15°, 25°, 30° ou 40°. Quanto maior o ângulo de contato, maior a capacidade de carga axial; os de menor ângulo são melhores para utilização em altas rotações. Normalmente, duas peças do rolamento são contrapostas e usadas com o ajuste da folga.

As gaiolas utilizadas para esse tipo de equipamento geralmente são as prensadas de aço. Porém, para os rolamentos de alta precisão com ângulo de contato menor que 30°, as gaiolas de poliamida são mais empregadas.

Rolamentos de Duas Carreiras de Esferas de Contato Angular

Esses rolamentos têm a configuração básica: duas peças de uma carreira de esferas de contato angular estão dispostas costa a costa e os anéis internos e externos estão cada um integrado numa única peça.

Conseqüentemente, têm a capacidade de apoiar a carga axial em ambos os sentidos.

Rolamentos Autocompensadores de Esferas

Nos Autocompensadores, o anel interno possui duas pistas e a pista do anel externo é esférica. O centro do raio que forma essa superfície coincide com o centro do rolamento. Conseqüentemente, o anel interno, as esferas e a gaiola inclinam-se livremente em relação ao anel externo. Os erros de alinhamento que ocorrem devido a casos como desvio na usinagem do eixo e alojamento, e as deficiências na instalação são corrigidos automaticamente. Há também os rolamentos de furo cônico, fixados por meio de buchas.

Rolamentos Magneto

O canal da pista do anel interno é um pouco menos profundo que o do rolamento fixo de esferas e o diâmetro interno do anel externo no lado que se abre é cilíndrico no fundo do canal. Conseqüentemente, o anel externo é separável, o que é conveniente para a instalação do rolamento. Normalmente, duas peças desse tipo de equipamento são contrapostas nas aplicações. De tamanho reduzido, com diâmetro do furo de 4 a 30 mm, são usados, principalmente, em pequenos geradores (Magneto), giroscópios e instrumentos indicadores.

Geralmente, as gaiolas utilizadas são as prensadas de latão.

Rolamentos Combinados

Os Rolamentos Combinados são a formação do jogo de corpo único com duas ou mais peças de rolamentos radiais. Combinações entre rolamentos de esferas de contato angular e entre rolamentos de rolos cônicos são as mais freqüentes. Existem três tipos de combinação: face-a-face (tipo DF), em que os anéis externos são unidos pelas faces; costa-a-costa (tipo DB), na qual os anéis são unidos pelas costas; e tandem (tipo DT), quando os anéis estão no mesmo sentido. Os rolamentos combinados dos tipos DF e DB permitem o apoio da carga radial e, em ambos os sentidos, da carga axial. Os rolamentos combinados do tipo DT são usados em casos de cargas axiais maiores num único sentido.

Rolamentos de Esferas de Quatro Pontos de Contato

Têm o anel interno bipartido num plano perpendicular ao centro do eixo. São rolamentos de uma carreira de esferas de contato angular, com os anéis internos e externos separáveis. Permitem apoiar a carga axial em ambos os sentidos, com uma única peça. O ângulo de contato formado pela esfera e os anéis interno e externo é de 35°. Com uma peça desse rolamento pode-se substituir a combinação face-a-face ou costa-a-costa do rolamento de esferas de contato angular.

As gaiolas utilizadas, normalmente, são as usinadas de latão.